Atendimento (67) 3345-0333


PRESTAÇÃO DE CONTAS E PROJEÇÃO FUTURA.

 

 

 

Meus prezados irmãos;

Ao finalizar o segundo ano de nossa administração ou, em outras palavras, iniciar neste dia primeiro de julho de 2020 o último ano do mandato que me foi outorgado, tomo a liberdade de inicialmente reproduzir mensagem que recebi de meu amigo Haroldo Dutra Dias[1] sobre o momento que mundialmente atravessamos no enfrentamento do COVID-19. Creio, sinceramente, que o texto distribui muita Paz nos aconselhando para uma das possibilidades que existem para nos bem adequarmos a este momento.

Olá, Wagner! Aqui é o Haroldo.

O momento atual pede para exercitarmos, amorosamente, nossa Serenidade. Com o coronavírus e outras "doenças da morte", agora somos obrigados a descer a nós mesmos para integrar e, até mesmo, transformar nossos medos, nossas raivas, nossa amargura, nossa ansiedade, nossa afobação.

Esse processo tem nome: Voltar-se para si mesmo. A prática da meditação e o cultivo da serenidade podem nos auxiliar enormemente nesses momentos de desespero, e transformações sociais, econômicas, culturais...

Como dizia Pascal "Toda a desgraça do homem é não poder ficar tranquilo no seu quarto". Poderíamos acrescentar: ficar tranquilo no seu quarto sem ser invadido por noticiários sensacionalistas, sem ser entretido ou distraído por emoções desgovernadas. É hora de cuidar da mente, porque ela controla o sistema imunológico... observar as emoções, os pensamentos, os diálogos internos, as lembranças, mas sem julgar, com total compaixão.

É necessário oferecer ao nosso sistema imunológico a serenidade que ele precisa para poder trabalhar a nosso favor. Isso só pode ser alcançado com o cultivo da SERENIDADE.           ...

Um grande abraço, Haroldo.

...

Pois é meus irmãos, citando a mensagem anterior, assim continuaremos com muita serenidade no enfrentamento dessa pandemia e muito atentos ao posicionamento das autoridades sanitárias de nosso Estado. Não devemos baixar a guarda. Somos um grupo com perto de 49% de seu total pertencente ao denominado grupo de risco. Assim sendo, para que corrermos RISCO? De minha parte, como Grão-Mestre, tomarei todas as decisões necessárias, por mais estranhas que possam parecer, para preservar nossos irmãos e nossa Instituição desse mau. Afinal, nada justifica sobrepor o interesse particular sobre o coletivo. Nada.

Assim sendo, reconhecendo que essa pandemia que teima em permanecer entre nós, ainda não nos permite o convívio em sessões presenciais para que possamos, juntos, decidirmos sobre o nosso futuro, não devemos deixar de considerar a possibilidade de postergarmos importantes decisões que ultimam em nossa Instituição. Não podemos deixar que o particular prevaleça sobre o coletivo, muito menos nos deixar levar pelo ímpeto da decisão impulsionada pelo imediatismo. Há que se ter cautela. Basta observarmos o aconselhamento firmado no Boletim Epidemiológico COVID-19 – 2020.06.27, disponível em https://www.vs.saude.ms.gov.br/wp-content/uploads/2020/06/Boletim-Epidemiol%C3%B3gico-COVID-19-2020.06.30.pdf, que afirma claramente que ainda estamos em crescimento de casos confirmados COVID-19, aconselhando como Medidas Importantes que “as pessoas com mais de 60 anos de idade, devem observar o distanciamento social, restringindo seus deslocamentos para realização de atividades estritamente necessárias, evitando transporte de utilização coletiva, viagens e eventos esportivos, artísticos, culturais, comerciais e religiosos e outros com concentração próxima de pessoas”.

Acrescenta-se o trabalho científico “Modelagem e Predição das quantidades de casos confirmados da COVID-19 no estado do Mato Grosso do Sul” de autoria dos Drs. Leandro Sauer da ESAN-UFMS e Erlandson F. Saraiva do INMA-UFMS, que disponibilizamos no nosso site, em  https://www.grandelojams.org.br/publicacao/categoria/299, que prevê para o nosso Estado o colapso de saúde pública para a segunda quinzena do mês de Agosto.

Nessas condições, como concordar com a realização de sessões ritualísticas em nossos Templos que são ambientes fechados, sem ventilação natural? Impossível!

Meus irmãos, tratemos das metas alcançadas pela nossa administração.

Inicialmente devo afirmar que o fato, concreto, de estar presente, diariamente na GLEMS, três anos consecutivos à frente da Assistência Maçônica não me deu, como ingenuamente imaginava, o completo conhecimento do dia-a-dia administrativo da GLEMS. Como Grão-Mestre algumas surpresas se apresentaram exigindo providências que adotamos por mais que fossem inesperadas por mim como pelos irmãos envolvidos. Certo é que algumas delas trouxeram desgaste político, mas tinham que ser tomadas de qualquer forma em benefício da maioria absoluta dos irmãos. E foi o que fizemos, pois o único acordo que assumimos foi o de bem administrar o bem comum de todos os maçons da GLEMS. E assim levaremos até o último dia de nossa administração.

Bem meus irmãos, a nossa Grande Loja está caminhando com passos firmes à frente, em busca de proporcionar-nos um futuro cada vez mais administrativamente sustentável.

Vários exemplos podemos nesse sentido relatar. Porém ainda podemos avançar. Somos e poderemos continuar sendo um exemplo de instituição de sucesso. Para isso basta continuarmos buscando esse objetivo com serenidade e principalmente responsabilidade. Os recursos financeiros que amealhamos são de origem “suada”.

Como metas já comprovadamente alcançadas nestes dois primeiros anos de nosso mandato, citamos as medidas de controle financeiro austero que permitiram que mesmo mantendo congelado o valor da UBR,  fizéssemos crescer nosso capital financeiro em 79,8% ao mesmo tempo de diminuímos em 63% nossa despesa com nossa folha de pagamento dos colaboradores e a redução de 72% na conta de telefonia celular, após a redução de 18 para apenas 6 linhas. Nossa GL não pode ter colaborador que receba, com encargos, próximo de 24,8 UBRs por mês ou caso de duplicidade de função.

Por outro lado, investimentos que de há muito tempo eram necessários foram enfim realizados. No Solar do Terceiro Milênio instalamos cortinas e trocamos todos os colchões e cobre-leitos dos apartamentos, redecoramos a recepção além de trocarmos o piso da cozinha, bem como, realizarmos manutenções diversas que totalizaram (156,13 UBRs). Isso sem considerarmos o fato de instalarmos controle eletrônico de check-in e check-out na portaria, algo que inviabilizou problema grave que tínhamos de apropriação indébita de recursos na sua prestação de contas.

Na sede da GLEMS dispendemos 527,83 UBRs onde, em particular no Salão de festas, trocamos o piso e os aparelhos de condicionamento de ar que lá estavam desde 2003, como também recuperarmos a pavimentação de nosso pátio que há algum tempo era necessária.

Outro investimento extremamente necessário e sempre deixado para “amanhã” será finalizado ainda este ano. Trata-se da digitalização de todo o arquivo da Grande Secretaria de Relações Interiores por uma empresa especialista no setor com o custo de 70,10 UBRs. Ao final desse procedimento todo sistema de controle da GLEMS estará informatizado.

Como benefício direto aos irmãos, repito: direto aos irmãos e não para parte dos irmãos, distribuímos para a jurisdição próximo de 1.895 UBRs, sendo que desse total 419,64 UBRs na dispensa do pagamento da Contribuição para Custeio das competências de abril, maio e junho deste ano e o saldo no pagamento dos benefícios familiares logo após a aprovação do novo Regulamento de Assistência Maçônica, onde respeitamos a data do óbito para a devida quitação com valores do benefício antigo e recebemos dos irmãos segundo a nova tabela de doação.

Já para as Lojas que solicitaram ajuda financeira e obtiveram aprovação do Conselho Administrativo, emprestamos em torno de 110,20 UBRs, que serão quitados até o final de nosso mandato.

Nunca é demais relembrarmos que no nosso mandato a Contribuição de Custeio diminuiu 25%; a Taxas de Iniciação 78,7%; a de Elevação 73,9%; a de Exaltação 63,7%; a de Filiação/Regularização 82,5% e a de Instalação 73,9%. Tudo isso sem considerarmos que a contribuição dos irmãos para o Benefício Familiar diminuiu, em média, 60%. Como exemplo podemos citar as 6 próximas contribuições que brevemente serão lançadas, que, em média, no valor de R$ 24,15 cada uma.

Paralelamente ao nosso desempenho administrativo, que pretendemos melhorá-lo ainda mais, há que se considerar que, ainda no cumprimento das atribuições representativas como Grão Mestre, já participamos de 34 sessões maçônicas em nossa jurisdição como em outras 15 fora do Estado. Não podemos nos esquecer que ainda temos muitas Lojas para visitarmos, mas quando será isso possível, se estamos sendo bloqueados pela pandemia do Covid-19?

Por fim antecipo aos irmãos que estamos prestes a lançar o PRAPI – Programa de Restituição do Adiantamento do Por Idade que certamente trará enorme benefícios para TODOS os irmãos, como deve ser. Estamos convictos que trata-se de benefício que realmente estendido para TODOS indiscriminadamente  e de forma financeiramente equânime, o que poderá perdurar para além de meu mandato, pelos próximos 10 anos como o estudo que realizamos estatisticamente apontou. De imediato, até o final de nosso mandato transferiremos para as Lojas perto de 2.180 UBRs.

Não tenho dúvida de que somente alcançamos todos esses resultados graças a confiança depositada em nossa equipe de trabalho que se mantém unida aos princípios que abraçamos na campanha. Por isso estamos diariamente na GLEMS. Nada mais lógico que isso, meus irmãos. A realidade atual da nossa Grande Loja exige esse comportamento. Bem, foi nosso compromisso e estamos e continuaremos cumprindo. E por falar em compromissos/acordos ou algo semelhante, nunca é demais reafirmar que até esta data só temos um compromisso que é atender os interesses gerais da GLEMS. Nunca participei de acordo algum com quem quer que seja que pudesse trazer prejuízo a GLEMS. Afirmação contrária é, como correntemente se diz, FAKENEWS!

Finalizo desejando que todos permaneçam hoje e sempre com o GADU no coração, ao mesmo tempo que LHE rogo ajuda permanente para vencermos as tribulações que poderemos enfrentar.

 

T∴F∴A∴.

 

Wagner Augusto Andreasi

Grão-Mestre

 


[1] https://www.youtube.com/channel/UC7263Wu5ruI38CyGi8TpfTA


GLEMS © 2020 - Todos os direitos reservados
Grande Loja do Estado de Mato Grosso do Sul
Emitido em 26/11/2020 06:30